Quem somos nós? E para onde vamos?

3 03 2009
Brasil Japão

Brasil ou Japão?

Olá a todos.

Ultimamente tenho tido tempo de sobra para pensar sobre a vida e sobre esse tempo que passei aqui no Japão. Já vi muitas pessoas irem e voltarem ao Brasil, e já conversei com várias pessoas sobre o assunto de voltar ou não ao Brasil.

Alguns preferem ficar para sempre por aqui, outros odeiam essa terra e não vêem a hora de voltar, existem casos e casos. Alguns ficam por falta de opção, não sabem o que fazer se voltarem, outros ficam por gostar da estabilidade e da segurança daqui, e outras vão ficando por criarem raízes aqui, acabam casando e ficando também.

Aqueles que se vão, ficam por um tempo, juntam tudo que podem e vão embora, entre eles existem os que até gostam daqui mas as raízes estão no Brasil e acabam voltando. E existem aqueles que vieram mas odeiam esse país, gostam apenas do dinheiro e mais nada, não conseguem se adaptar nem a língua nem a cultura, e no final acabam sofrendo mais do que o necessário.

Mas o que temos em comum é o fato de sermos exilados em um país estranho, forçados a buscar nosso futuro em outras terras, alguns não se sentem nem brasileiros mais, são apenas refugiados econômicos sem uma bandeira que os identifiquem, se desligam de um mundo, o Brasil, e acabam não se ligando ao outro pois não são japoneses também, e no final acabam ficando no vácuo entre os dois mundos, sem uma identidade definida.

Mas apesar de todos os sacrifícios, no final acho que o que vale mesmo é a experiência de conhecer outro país, isso abre os horizontes de qualquer um, principalmente aqui no Japão. Tive oportunidade de conhecer pessoas de vários lugares do Brasil, conhecer pessoas de temperamentos, costumes e maneiras de pensar diferentes, e também pessoas de outras nacionalidades, Americanos, Russos, Mexicanos, Argentinos, Peruanos, Chilenos, Chineses, Coreanos e a lista vai longa ainda. Tudo graças ao fato de ter vindo para cá, e as vezes penso se tivesse ficado lá no interior onde morava no Brasil, hoje seria e pensaria da mesma maneira, e se teria lá, a oportunidade de ter aprendido tanto, posso imaginar, mas nunca vou saber.

Mas quem pode saber o destino de cada um? No Japão existe um ditado que diz “Sumeba Miyako”, que significa “qualquer lugar que se more, acaba tornando-se um lar”. E o lar de cada um é onde está seu coração.

Um abraço e até outra.

Anúncios

Ações

Information

3 responses

10 10 2009
ELANE

gostaria de poder conversar mais , me adcc e nos falaremos dobrasile voce do japao, beijos eumgrande abraço

10 10 2009
Elane

GOSTARIA DE PODER CONVERSAR MAIS SOBRE NOSSO PAIS E O PAIS DO SOL NASCENTE, BEIJOSNOTEU CORAÇÃO, E NÃO DEIXE DE ME ADCC NO E-MAIL

13 05 2010
tainnah

Eu realmente quero ir pro Japao! eu amo a cultura, lingua, escrita, tudo!
gostei do site! continuem assim!
ah! se quiser conversar, estarei a disposicao! tainnah_nihon@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: