Os japoneses são frios?

17 05 2009

Olá a todos.

Umas das coisas que nunca tinha me passado pela cabeça, mas que desde criança fazia parte de minha vida, era o fato dos japoneses serem excessivamente reservados. Meu avô, era um japonês típico, calado, turrão, rígido na educação e em seus princípios, não muito hábil em demonstrar seus sentimentos. Mas a sua maneira, demonstrava seu amor pela família.

Isso não me parecia estranho por causa da convivência, e quando vim ao japão, percebi nos japoneses mais velhos o mesmo tipo de comportamento, e em um grau um pouco menor, nos mais jovens.

Como no Brasil tinha poucas referências para entender este tipo de comportamento, não entendia muito bem e achava isso normal, mas chegando aqui comecei a entender melhor o comportamento desse povo.

Com muita curiosidade olhava a maneira dos japoneses se relacionarem uns com os outros. Sempre com muita cerimônia e respeito, parecia que sempre estavam sempre se reverenciando mutuamente, até contava quantas vezes eles se curvavam quando agradeciam algum favor.

Até hoje me parece estranho como eles evitam demonstrar seus sentimentos em público, são raros os casais que andam de mãos dadas, e beijos em público então nem pensar. Em conversas entre casais, mesmo amigos, eles ficam envergonhados quando se falam assuntos como esse. Os amigos não se abraçam, no máximo um aperto de mão, parece até que existe um muro invisível entre eles.

E por causa de tudo isso fica a impressão de que são um povo frio, o que não deixa de ser verdade, se comparado a cultura irreverente dos brasileiros, mas quando visto de um outro ângulo, seria mais um excesso de respeito por parte dos japoneses. No Japão existe um ditado que diz, “tanin doushi, reigi ari”, que quer dizer “entre estranhos, deve existir respeito”, que traduz a maneira que os japoneses encaram a relação com outras pessoas.

Mas apesar das aparências, existem os japoneses que são bem parecidos com os brasileiros, assim como existem os brasileiros que são bem reservados, muito mais parecidos com os japoneses, mostrando que sempre existem as excessões à regra. Mas todos os japoneses, depois de uma longa convivência, acabam se tornando mais abertos, apesar de no começo ser meio estranho, no final eles acabam por se acostumar com qualquer um.

Mas a cultura de um povo é algo que não pode ser mudado, e tudo funcionou muito bem até hoje e assim será por um bom tempo, mas mesmo assim tenho ainda muito o que aprender sobre os japoneses.

É isso aí pessoal, um abraço.

Anúncios

Ações

Information

8 responses

20 05 2009
Eduardo Monteiro

Dan,

Seus artigos estão ficando cada vez melhores. Esse sobre a cultura do relacionamento entre os japoneses foi muito interessante. Sempre achei os japoneses frios e nunca tinha parado para pensar da forma como você mencionou.

Ficou muito bom mesmo.

20 05 2009
Dan

Olá Eduardo, obrigado pela visita.
Existem coisas que só se entende estando aqui mesmo, coisas que fazem parte da cultura e que não são mostradas através da TV ou Internet.
Eu também ainda tenho que observar muito, para aprender como é que funcionam as coisas por aqui.

13 05 2010
tainnah

Tudo é uma questao de respeito. Na minha opiniao, eu prefiro o modo japones.
Nao gosto desse pega-pega aqui do Brasil, é muita liberdade e as pessoas esquecem o respeito, tornando-se mal-educadas.
Muito interessante esse artigo!

5 07 2010
Carol Cunha

Oláaaa, Adorei ler sobre o jeito reservado dos japas, permita-me escrever sobre a minha experiência… acho que lhe dar com as diferenças não é tão fácil é preciso muita compreensão e amor para não caírmos no etnocentrismo
Estou saindo com um imigrante japonês, e sempre amei japinhas. Ele tem 32 anos quando eu o conheci em uma festa arranhando o meu inglês horrorendo, e ele sem falar nem um “a” em português meus amigos de faculdade (amigos dele) me apresentaram ao gatinho.Quando estávamos sozinhos ele tremia, mas tremia muitoooo um fofo! Ele sempre me pareceu ser muito reservado, e muito sincero. As vezes ele até chora e expressa muito os seus sentimentos, me elogia, gosta de minhas roupas…, eu estou muito apaixonada…outro dia ele disse que o meu beijo era o melhor que ele já experimentou. Pelo que me explicou, não é comum beijar de língua no Japão, ele me disse que os casais apenas encostam os lábios e ficam dando beijinhos simultâneos (ele simulou 😛 ). É claro que eu fiquei super feliz com a novidade de que o meu beijo foi o melhor mas ainda tenho dificuldades como por exemplo, quando eu encontro com ele vou logo dando-lhe um abraço. Kkkkkkkk o danado do japa só me faz passar vergonha nessas horas, ele fica lá rígido igual a um pedaço de pau kkkkkkk. As vezes também ele sai andando na frente e até me perde dependendo da situação, mas as gargalhadas e aquele jeitinho que me lembra as crianças é encantador. Parece um menino… bom, não sei se esse relacionamento vai durar muito pois ele vai morar em outro estado mas de uma coisa eu tenho certeza, eu amo um JAPA

2 11 2012
.::Karina Lino::. (@karinalino13)

Que graça, Carol! Seu depoimento foi muito inspirador, muito meigo! Torcendo por vocês! ^^

28 05 2012
Cristina

Olá! espero que meu comentário possa acrescentar algo!!!

Conheci um japonês e gostei muito dele, achei um fofo! educado, tranquilo… ficamos juntos tres vezes e ambas quem deu o primeiro passo fui eu! Agora , não sei se ele não tem muito interesse mesmo ou é tipico da raça ser devagar. Sei lá… já estava gamando, mas por medo de sofrer, dei um basta e jurei pra mim mesma que não o procuraria mais. Agora fiquei nessa: Não sei se ele realmente não dava a mínima pra mim, ou se era tímido e sempre esperava por mim pra tomar uma decisão de nos encontrarmos… Ou se só queria me comer mesmo… Hahahahahaha… sei lá!! Confiava tanto nele… me sentia tão bem com ele, mas pra mim é estranho só me doar e não receber. Parece-me que ele não está afim mesmo, pois não me procurou mais!!! Se bem, que… vou confessar: Sou louca por japas e fico me segurando pra não cutucá-lo!!! Hahahahaha… quem sabe um dia… me apaixone por um japa que também seja apaixonado por mim? Não vou desistir fácil! Mas que são estranhos são, viu? Hahahahahahaha… Beijos!!!

7 02 2013
vanesa

Cristina o pior que vi a sua histori sendo a minha, fique dous anos com o infeliz mais sempre eu que tinha que procura ele nunca tomava iniciativa, mais dizia: vc e linda, ficara comigo pra sempre etc, nossa idade são diferente em 22anos e minha classe social rss lá nos pés kkk mais de verdade amava elee até pensei em um japinha em contrapartida sou morena coisa meio estranha rsss mais infelizmente estava amando sozinha são inseguro e medroso seguem muitos costumes acho que imposto pela sua cultura.Além de tudo era inseguro na idade e outros detalhes amais eu amava não acreditou preferiu estatus e talvez esteja por ai usufruindo seu dindim com uma barbie rsss “despeito” talvez mais amor não se compra e não existe preconceitos aprendi isto. Apesa aprendi a achar eles uma gracinha, mais deveria aprender mais com os Brasileiros so algumas coisa.

31 03 2014
Flávia Haikal

Hahaha meu deus rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: