Estamos sozinhos nessa terra.

4 06 2009

Olá a todos.

Os dias passam e tenho tentado manter a mente ocupada para não ficar pensando besteira, e fico aqui pensando na visão que tenho do Japão e na vida que os brasileiros levam aqui, são muitas as diferenças e as dificuldades, quando se vive em uma terra tão estranha.

Uma coisa que achei muito estranho, foi  a falta de união que existe entre os brasileiros que vivem no Japão, entre as comunidades de estrangeiros que conheci aqui, fora algumas excessões, nossa comunidade brasileira é a mais desunida, justamente nós que temos fama de sermos sociáveis e calorosos, será que é culpa da cultura do cada um por si e deus pra todos?

Nas fábricas onde há brasileiros, sempre existem as panelinhas, os fuxicos, e aqueles que querem puxar o tapete dos outros para se sobressair, e não são poucos os casos, cada brasileiro que encontrei, tem pelo menos duas ou três estórias pra contar de casos assim, de brigas por causa de nada, e juras de vingança quando voltar ao Brasil. O que há de errado conosco?

Não sei se isso é em parte um reflexo de nossa estada temporária no Japão, que torna as relações um tanto superficiais, ou se realmente nos tornamos um bando de convencidos, que não ligam pra ninguém, pois me lembro que no Brasil, as coisas eram diferentes, lá ao menos, existia um pouco de calor humano, coisa que por aqui é cada vez mais rara.

Em um país em que quem ganha mais pode mais, acabamos por nos deixar envenenar pela inveja, inveja de um carro melhor, de um apartamento melhor, de um domínio da língua melhor, de um status melhor com o chefe, tudo coisas que são na verdade passageiras, pois voltando ao Brasil, tudo não passará de uma lembrança.

Mas continuamos nos degladiando por causa disso, pois nos falta a consciência, de que somos brasileiros nessa terra, e devíamos nos ajudar ao invés de ficar tentando pisar em cima dos outros.

Mas é essa a realidade, enquanto uns rosnam outros riem, e assim nossa vida no Japão continua.

É isso aí, um abraço.

Anúncios

Ações

Information

10 responses

9 06 2009
Eduardo Monteiro

Dan,

Este realmente é um fato muito triste. Acho que a crise acaba incentivando este comportamento por parte dos Brasileiros. Pelo que soube, está difícil conseguir emprego por aí.

Além disso, até mesmo aqui no Brasil, quando as coisas apertam, muitos deixam de lado a “socialidade” e calor humano para entrar na política do “cada um por si”. Pode ser que a crise só agrave as coisas.

9 06 2009
Dan

Olá Eduardo obrigado pela visita.

Bom, eu acho que a é um dos motivos que agravam a situação, mas há muito tempo tenho observado esse tipo de comportamento na comunidade brasileira. É uma pena pois tudo poderia ser melhor se fôssemos mais unidos.

É isso aí, um abraço.

9 06 2009
Renato Castilho

Olá Dan

Você está certíssimo Dan, não está no DNA do brasileiro essa identidade, é realmente cada um por si, o máximo que se faz é esse ajuntamento em “panelinhas”.

No início dos anos 90 conheci um grupo de brasileiros que estavam ganhando a vida lá pelas bandas de Nova Iorque, e nesse seu post você descreveu eles direitinho.

Guenta firme aí,
nunca desista do seu sonho…
se tiver numa padaria vá em outra!

Um abraço,
Renato

9 06 2009
Dan

Olá Renato.

Tudo que escrevi no meu post, é fruto de observações de vários anos, mas a verdade é que parece mesmo ser algo muito enraizado na cultura do brasileiro, mesmo depois de vários anos aqui, as pessoas não mudam, e tudo sempre se repete.

Mas como a convivência é forçada, tento ao máximo não me misturar com esse tipo de gente, mas as vezes é impossível, como disse Carlos Drummond “No meio do caminho tinha uma pedra…”.

E assim segue a vida, um abraço.

1 08 2009
Adriano Dal Bosco

Eu também acho que esse comportamento é uma marca da sombria cultura brasileira. Talvez, nas suas lembranças, o Brasil não é assim porque você tem/teve alguns bons amigos brasileiros no Brasil. Acredito que você também tem alguns bons amigos brasileiros no Japão também. São as exceções. A regra é “ninguém confia e ninguém e todo mundo tenta passar a perna em todo mundo”. É triste. Eu tive um choque quando voltei para o Brasil e, se pudesse, voltaria para o Japão hoje mesmo. A coisa que mais me faz sentir falta do Japão é exatamente o “calor humano”, que é considerado por nós uma das melhores culturas do brasileiro (pura falsidade!) e um dos maiores pontos fracos dos japoneses, que são considerados “frios”.

O link abaixo é para um artigo de um japonês que passou um tempo no Brasil e escreveu um blog semelhante a este. Ele fala do lado sombrio do “país amigo” (Brasil) e como o conceito brasileiro de “amizade” é superficial. Quando eu li pela primeira vez, quase chorei por ter que admitir que aquilo era verdade. É triste.

http://www.geocities.com/thetropics/harbor/9990/seikatsudoc/20010303amigo.htm

1 08 2009
Dan

Dei uma lida no link que você mandou, e olha, é triste pensar que andam falando isso do Brasil. Não que eu queira tapar o sol com a peneira, sei exatamente como o Brasil é cheio de problemas, e que eles ficam mais evidentes quando vistos de fora.

O grande problema que eu vejo estando aqui, é a falta de vontade de mudar, o povo não muda, os políticos não mudam, e em consequencia o país não muda, é sempre mais do mesmo, mas ainda existem pessoas que valem a pena no Brasil, e são esses que ainda me fazem enxergar o Brasil com um pouco mais de esperança.

3 09 2009
Lyncol

no meu ver acho que nao tem nada a ver com os brasileiros…
evolucao e nivel mental ou ate mesmo falta de instrucao!
existem pessoas desse nivel ou tipo em todo lugar, no mundo inteiro rss
simples! os brasileiros estao com um numero elevado de pessoas desse nivel rss
ou desse tipo…isso simplesmente vem do berço de educaçao escola etc…
pensa comigo por um momento
hj temos pessoas especializadas na educaçao do homem!
proficionais ,cientistas que ja algum tempo estudam o comportamento humano …temos em nossa volta a geraçao antiga!
felismente estamos evoluindo e pode acreditar daqui 50 anos
muita coisa vai mudar !geracao antiga vai acabar e com isso a educacao em casa e em escolas tbm vai mudar …veja vc mesmo pesquise 40 ou 30 anos atras!veja vc mesmo !geraçoes….
viva a diversidade!

7 09 2009
Dan

Concordo que realmente a cultura e as pessoas mudam e evoluem com o tempo, os valores de um povo hoje nao sao os mesmos de 30 ou 50 anos atras, mas existem certas coisas que dificilmente mudam, ou mudam de maneira tao lenta que nao da nem para perceber, e o fato de os brasileiros se acharem sempre mais espertos e gostarem de levar vantagem em tudo, seria uma das coisas que nao mudam nunca.

Pode ser que na comunidade na qual voce esta, existam as excecoes, como em varios outros lugares pelo mundo afora, mas conheci varios exemplos que fundamentam minha visao dos fatos. E escolaridade nao e sinonimo de carater, existem pessoas quase analfabetas, que sao mais dignas que varios doutores por ai.

E diversidade e algo bom, mas isso tambem pode significar baderna, cada um faz o que quer, sem respeitar nada, nem ninguem. Voce deve ser bem jovem ainda, e tem muito a aprender, converse com mais pessoas, e procure pelos padroes de comportamento que entendera o que quero dizer.

Valeu, um abraco.

15 10 2009
jessica

A eu gostei eu tenho apenas 13 anos e sou descendente de japones e gostaria de saber td sobre o japao,pois eu ja sei faze alagumas comidas, ma s nao to interessada nisso agora eu quero sabe sobre a politica,cultura,a mortalidade infantil,PIB,PNB,td sabe gostaria que vcs podessem me ajuda…
Me mandem emeils sei la me mande noticias esse trabalho é quarta…
obrigada…

jessicamatiko@hotmail.com

5 08 2010
amanda

gostei mais ou menos!–‘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: